#PACI20 devocional 10

#PACI20 devo40/10
“Aquele que anda com os sábios será cada vez mais sábio, mas o companheiro dos tolos acabará mal” Pv 13:20. Literalmente, ‘Quem anda com sábios será sábio, mas o companheiro dos loucos ficará alarmado’: a) “Aquele que anda” – figurativo para relacionamento; b) “com os sábios”, “sábio” – inteligentes, capacitados, criativos; c) “mas o companheiro” – a ideia é a de pastorear, o que pode traduzir uma relação de liderança, o subordinado dos sábios e o líder dos tolos; d) “dos tolos” – quase sempre traduzido como loucos, pessoas sem raciocínio lúcido; e) “acabará mal” – a ideia base é a de um alarme ou de gritos, possivelmente por causa da guerra ou do perigo. O texto afirma o poder dos relacionamentos na aprendizagem. Sabemos que prendemos por imitação e os mais jovens são mais sensíveis a isso. Você vai acabar fazendo o que as pessoas na lista ‘A’ fazem: isso será bom ou mal?

Ore sobre isso:
a) confesse ao Senhor se em sua lista ‘A’ estão pessoas tolas, que não pensam para falar ou fazer; b) confesse ao Senhor comportamentos e ações ruins que você imitou das pessoas com quem se relaciona; c) suplique ao Senhor para encontrar gente sábia com quem se relacionar; d) comprometa-se a conviver com pessoas sábias, de comportamento e ações inteligentes conforme Deus.

Comente:
Se em sua lista ‘A’ há pessoas sábias, conte para os outros pascificadores a lição importante que você aprendeu mais recentemente. Use o link ‘comentários’.

#PACI20 devocional 01

Os devocionais preparatórios para a escola de liderança da AMME para adolescentes e jovens – Pacificadores, são uma matéria obrigatória: Inteligência Emocional. São 40 devocionais para serem feitos do dia 1 de dezembro ao dia 9 de janeiro. Para fazer os devocionais você deverá ter uma lista com os nomes de 12 pessoas com quem você mais se relaciona, vamos chamá-la de lista ‘A’.

#PACI20 devo40/01
“Meu filho, se os maus tentarem seduzi-lo, não ceda!” Pv 1:10. Depois de uma introdução, uma exaltação da sabedoria é colocada na boca de um pai falando ao seu filho jovem ou adolescente. Essa é a primeira coleção de provérbios e vai de 1:8 a 9:18. O primeiro tema é uma advertência sobre a sedução para o mal, o oposto da sabedoria: a) “Meu filho”, mesmo sendo filho, o jovem pode não dar ouvidos aos pais, mas aos de fora; b) “se os maus”, isto é pecadores, transgressores, quem falham ou fazem errado; c) “tentarem seduzi-lo”, a raiz é grande ou largo, incluindo ilusão e engano pela vaidade ou pela cobiça; d) “não ceda!”, não deseje ou não se permita àquilo que uma conversa assim oferece. Veja se há em sua lista ‘A’ alguém seduzindo você ao erro pela vaidade ou cobiça. O que você vai fazer para evitar isso?

Ore sobre isso:
a) pela segurança de melhor relacionamento com seus pais e líderes; b) para identificar com clareza em sua lista ‘A’ as pessoas que insistem nas coisas erradas; c) para rejeitar a conversa que apela para sua vaidade e cobiça; d) para que seus desejos carnais não escravizem você.

Comente:
Compartilhe com os outros pacificadores como você acha que podemos identificar “os maus” que nos tentam seduzir entre nossos relacionamentos. Clique em ‘comentários‘.