#PACI devocional 34

Nesta sexta-feira, 3 de janeiro, os missionários da AMME terão um dia inteiro de treinamento nas matérias do #PACI para estarem melhor preparados para ministrar para você. Quando orar, ore por eles. Cada missionário já tem estudado as matérias há várias semanas, e agora o treinamento exige muito mais deles.

#PACI20 devo40/34
“Se o seu inimigo tiver fome, dê-lhe de comer; se tiver sede, dê-lhe de beber” Pv 25:21. Paulo citou esse versículo e a explicação do verso seguinte, quando ensinou aos romanos viver em paz com todos (Rm 12:20). Literalmente, ‘Se faminto o seu ‘odiador’, você o fará comer pão e, se sedento, você o fará beber água’: a) “Se o seu inimigo”, o verbo no particípio indica um ódio continuado; b) “tiver fome… se tiver sede…, adjetivos no original indicam uma condição, não um evento; c) dê-lhe de comer… dê-lhe de beber, o tempo verbal enfatiza o fazer comer e beber, e não o dar alimento e bebida apenas, também é interessante ver que destaca a qualidade do que se faz comer e beber, pão e água, alimentação básica naquela cultura. A razão isso é tanto dar uma lição inesquecível como ainda ser suprido por Jeová. Você age desse modo?

Ore sobre isso:
a) quando Paulo citou esses versos ele queria evitar retribuir mal com mal e também a vingança, confesse a Deus se você ainda ‘paga na mesma moeda’ e tem desejos vingativos; b) pense em sua lista ‘A’ e veja se alguém tem agido como inimigo, dedique-se ao Senhor para cuidar das necessidades dessa pessoa; c) O versículo seguinte afirma que Deus vai suprir suas necessidades, enquanto você supre quem se opõe a você, agradeça a Deus por isso, louve-o por sua bondade e generosidade.

Comente:
Alguém comentou que ‘amontoar brasas’ no versículo seguinte é o suprimento de uma terceira necessidade: quando alguém deixava o fogão a lenha se apagar, se precisasse cozinhar com urgência, precisava ir pedir brasas na casa de um vizinho que tivesse o fogão aceso. Embora ficasse sem suas brasas, ser generoso e encher o vaso de barro carregado na cabeça seria também ser rigoroso, já que o vizinho negligente iria se queimando até em casa e talvez lembra-se de manter o próprio fogão aceso da próxima vez. Comente com os pacificadores de que maneiras atender as necessidades das pessoas que tem dificuldade de relacionamento conosco pode ensiná-las a conviver em paz. Use o link ‘comentários’.

#PACI20 devocional 33

Faça esse devocional nesta quinta-feira, 2 de janeiro de 2020.

#PACI20 devo40/33
“Não faça visitas frequentes à casa do seu vizinho para que ele não se canse de você e passe a odiá-lo” Pv 25:17. Literalmente, ‘Você deve fazer raro o seu pé na casa do seu parceiro, de outro modo ele ficará cheio de você e poderá odiar-lhe’: a) “Não faça visitas frequentes”, faça seu pé precioso, então raro; b) “à casa do seu vizinho”, parceiro, em qualquer tipo de relacionamento; c) “para que ele não se canse de você”, o termo é usado para ficar satisfeito ou ‘cheio’ de comida; d) “e passe a odiá-lo”, portanto, tratar como inimigo. É difícil olhar para esse provérbio sem lembrar do anterior, que manda controlar a gula para não ficar ‘cheio’ e vomitar, mesma palavra para ‘encher’ o parceiro. Aprendemos que algo só será gostoso se comermos pouco, e nossas visitas só serão boas se forem raras. Você sofre de ‘gula’ nos relacionamentos?

Ore sobre isso:
a) até mesmo o que pode ser uma virtude se torna um vício se estiver fora de hora e de controle – examine sua vida e confesse ao Senhor se você tem excessos; b) os excessos estão frequentemente ligados ao desequilíbrio emocional, inclusive no excesso de apego e dependência afetiva – se você sofre com isso, peça ao Senhor para curar você; c) pessoas muito ‘gulosas’ nos relacionamentos, sempre famintas por atenção, podem não ter vida própria, então querem viver a vida dos outros – se você é assim, peça ao Senhor para crescer em disciplina e adquirir controle interior (fruto do Espírito).

Comente:
O texto exorta ao leitor para tornar sua presença preciosa, tanto quanto um item raro, desejável, que os outros valorizam. Como fazer isso? Como tornar sua amizade e companhia preciosa para as pessoas da lista ‘A’? Comente sobre isso com os pacificadores. Use o link ‘comentários’.

#PACI20 devocional 32

Primeiro dia do ano! Comece o ano meditando na Palavra de Deus, praticando e ensinando a outros. Mande o link desse devocional para outras pessoas, por mensagem ou por publicação. <http://www.pacificadores.org/2020/01/01/devo4032/>

#PACI20 devo40/32
“Procure resolver sua causa diretamente com o seu próximo, e não revele o segredo de outra pessoa” Pv 25:9. É o quinto livro, o verso 10 e possivelmente o 8 são contexto. Literalmente, ‘você deve atirar a disputa (só) com seu parceiro, além disso, o que foi tratado em particular, ao que chega depois, possa você não desnudar’: a) “Procure resolver sua causa diretamente”, uma disputa deve-se limitar-se aos envolvidos; b) “com o seu próximo”, qualquer tipo de parceria; c) “e não revele”, lit. desnudar, culturalmente, com a conotação de envergonhar; d) “o segredo”, deriva de ‘reunião’, portanto assunto discutido em privado; e) “de outra pessoa”, a ênfase está em não revelar para quem ‘chegou depois’, quem não participou da na conversa. A justificativa é lit. ‘para que não vá envergonhar você o observador e difamação dele não será retirada’. Se maldizemos alguém, sempre há o que dizer contra nós.

Ore sobre isso:
a) se você tem o costume de murmurar, fofocar ou maldizer quem acha que lhe magoou, peça perdão a Deus e pare com isso; b) se você revelou a outros alguma conversa que teve em particular, peça sabedoria a Deus para consertar esse erro; c) humilhe-se diante do Senhor e confesse que, se ninguém mais sabe de seus erros, Deus que observa atentamente, conhece todos eles – então não ouse falar mal dos outros; d) se você sofreu difamação como resultado de maldizer aos outros, ore para perdoar e pedir perdão.

Comente:
quais são as possíveis motivações de alguém que, ao invés de falar diretamente com quem tem um problema, fica maldizendo e fofocando para quem nada tem a ver com o assunto. Por que as pessoas fazem isso? Comente com os outros pacificadores, use o link ‘comentários’.

#PACI20 devocional 31

Hoje é o último dia de 2019. Agradecemos a Deus pelo ano que ele nos deu e pedimos a ele que os dias que ele nos dará nesse novo ano possamos vivê-los para a glória dEle. Este é o devocional para você fazer nessa terça-feira dia 31 de dezembro.

#PACI20 devo40/31
“Não testemunhe sem motivo contra o seu próximo nem use os seus lábios para enganá-lo” Pv 24:28. Do versículo 23 ao final do capítulo temos o quarto livro. Literalmente, ‘Você não será repetidor gratuitamente desde seu associado pois assim você abriria seus limites’: a) “Não testemunhe”, o termo é duplicar ou repetir, podendo ser um relatório; b) “sem motivo”, gratuitamente, interpretado como ‘sem razão’, como em ‘agressão gratuita’; c) “contra”, desde ele, isto é, repetir o que ele disse ou fez; d) “nem”, a estrutura conjuntiva pode ser traduzida como ‘pois assim’, preparando a justificativa; e) “use os seus lábios para enganá-lo”, as mesmas palavras no final de Pv 20:19 – ‘você abriria os limites’, onde ‘abrir’ tem o sentido de ‘perder o controle’. Lembrando o 9º mandamento, esse provérbio ressalta que ‘uma mentira puxa outra’. Você sempre fala a verdade sobre as pessoas da lista ‘A’, ou mente sobre elas?

Ore sobre isso:
a) diferente do 9º mandamento, o provérbio não inclui ‘falso’, portanto o relatório poderia ser verdadeiro mas desnecessário (gratuito), examine sua atitude e confesse a Deus se você exagerou, mentiu, distorceu, omitiu ou falou desnecessariamente sobre alguém; b) todo ‘relatório desnecessário’ produz algum efeito mal, ore ao Senhor se dispondo a reparar algum dano que sua ‘língua solta’ tenha causado; c) fofoca e mentira nos prendem em uma sequência destrutiva, se você caiu em uma armadilha assim, suplique sabedoria ao Senhor para sair disso.

Comente:
A ideia do autor não parece ser necessariamente a mentira, mas o relatório desnecessário. Falar dos outros sem razão, sem necessidade, cria problemas que podem aumentar muito e sair do controle. Por que as pessoas querem falar dos outros sem necessidade? Qual a motivação delas? Comente sobre isso com os outros pacificadores. Use o link ‘comentários’.

#PACI20 devocional 30

Quem pensou que 40 devocionais era muito? Agora só faltam 10, e apenas 13 dias para você entrar no #PACI20. Santifique-se!

#PACI20 devo40/30
“Liberte os que estão sendo levados para a morte; socorra os que caminham trêmulos para a matança!” Pv 24:11. Como outros provérbios do terceiro livro, esta advertência tem justificativa no verso seguinte; peculiarmente, o verso 10 poderia ser incluído. Literalmente, ‘Você deve arrebatar os carregados para a morte, e os cambaleantes para a chacina você não tolerará’: a) “Liberte”, o verbo é arrebatar, raptar, e o tempo verbal comanda causar isso; b) “os que estão sendo levados para a morte”, traz a ideia de ser carregado passivamente; c) “socorra”, uma tradução difícil, parece dizer para o leitor não tolerar a situação descrita; d) “os que caminham trêmulos para a matança!”, os cambaleantes (o termo é vacilar, por descuido ou por determinada condição física) para a chacina. Falhar em fazer isso, dando a desculpa de não saber, coloca o leitor diante da sabedoria de Deus e de seu perfeito juízo compensador.

Ore sobre isso:
a) veja em sua lista ‘A’ se há pessoas sendo carregadas ou vacilando para a destruição e peça a Deus forças para agir nessa situação, para não fraquejar quando é necessário agir com firmeza; b) Tiago ensina que “Quem sabe que deve fazer o bem e não o faz, comete pecado”, confesse a Deus se você tem pecado por omissão quando seus amigos precisam de você; c) situações extremas como alguém ser carregado para a morte ou vacilar para a chacina exigem sabedoria, peça a Deus essa sabedoria; d) a pior de todas as mortes é a morte eterna, bilhões de pessoas são carregadas para a morte ao nosso lado, ore para que você possa arrebatar da morte o maior número possível.

Comente:
No versículo 12 um leitor hipotético responde no plural, “nós não sabíamos”, quando todo o texto está no singular. Isso pode indicar a fala de uma pessoa de status social elevado, um líder, alguém com poder para agir. Comente com os outros pacificadores o que levaria uma pessoa, tendo condições de evitar a morte de outras, fingir que não sabe. Use o link ‘comentários’.

#PACI20 devocional 29

#PACI20 devo40/29
“Não tenha inveja dos ímpios, nem deseje a companhia deles” Pv 24:1. Outro provérbio com advertência (v1) e explicação (v2) como é típico do terceiro livro. Literalmente, ‘Não serás ciumento de indivíduos maus, nem te inclinarás para estar com eles’: a) “Não tenha inveja”, ciúme, zelo; b) “dos ímpios”, homens ou indivíduos que são maus, maldosos, que causam aflições ou calamidades; c) “nem deseje”, se inclinar, desejar, ambicionar; d) “a companhia deles”, existir, estar, se tornar, com eles. O texto nos diz para não ter inveja, ciúme ou zelo, cuidado, interesse por pessoas más. Isso nos faz pensar em que, se não o mal, o que tais pessoas poderiam ter que provocasse interesse e até ciúme ou inveja. A razão para essa advertência é: a mente deles inventa violência e seus lábios propõe confusão. Não invejar e não desejar lembra a degradação a ser evitada no salmo 1 (Sl 1:1).

Ore sobre isso:
a) avalie se você já sentiu inveja de pessoas más e confesse isso ao Senhor; b) confesse ao Senhor se o mal e a maldade se tornaram interessantes para você; c) suplique ao Senhor para pensar como ele, abominando o mal e preferindo o bem; d) interceda pelas pessoas em sua lista ‘A’, para que não sejam seduzidas pelo que é mal.

Comente:
Vivemos em um mundo que perverte profundamente todos os valores. Nossa cultura, cada vez mais, prefere os bandidos aos mocinhos, os bad boys aos bons meninos, as devassas às certinhas… até os super-heróis de hoje são mais bandidos. Filmes e mídia provocam a inveja e desejo de imitar o ‘dark side da força’. Comente com os pacificadores porque o mal se tornou tão sedutor. Use o link ‘comentários’.

#PACI20 devocional 28

Devocional para fazer neste sábado, 28 quando faltam 15 dias para nossa escola Pacificadores.

#PACI20 devo40/28
“Não se associe com quem vive de mau humor, nem ande em companhia de quem facilmente se ira” Pv 22:24 (De Provérbios 22:17 a 24:22 temos o terceiro livro). Esta advertência se justifica no versículo seguinte. Literalmente, ‘Não se associe com um líder raivoso e com um indivíduo esquentado você não andará’: a) “Não se associe”, a raiz é apascentar, portanto atender, servir; b) “com quem”, o termo é o hb. baal, portanto um líder; c) “vive de mau humor”, a raiz é ‘narina’, então, a pessoa de respiração forte, o que indica emoções descontroladas; d) “nem ande em companhia”, ir, vir, entrar; e) “de quem”, indivíduo; f) “facilmente se ira” a raiz é ‘calor’, portanto alguém ‘esquentado’. A justificativa no contexto antecipa as descobertas mais recentes da neurociência: “você acabará imitando essa conduta”. Imitar é um componente fundamental do relacionamento. Em sua lista ‘A’ existem pessoas raivosas e esquentadas?

Ore sobre isso:
a) a maioria das brigas familiares acontece por imitação, assistindo alguém raivoso ou esquentado, tendemos a repetir o comportamento, nesse caso, ore pedindo sabedoria a Deus para abrandar o furor com uma resposta branda; b) confesse a Deus se você mantém amizade com pessoas mau humoradas e iracundas e comprometa-se a evitar tais companhias; c) o texto deixa entrever uma situação de liderança, portanto ore a Deus para evitar cooperar com um líder emocionalmente descontrolado e esquentado, pois isso conduz a uma armadilha mortal; d) examine-se e confesse a Deus se você é assim e deixe essa atitude.

Comente:
Use o link ‘comentários’ para falar com os outros pacificadores sobre comportamentos emocionais que também nos influenciam negativamente nos relacionamentos. Para isso, pense em como seus relacionamentos estão influenciando você.

#PACI20 devocional 27

Oramos para que cada um tenha passado um Natal Feliz. Agora, enquanto você já se prepara para a passagem de ano, faltam apenas 16 dias para o #PACI. Lembre-se que o check-in na escola será das 14:00 às 18:00hs. Chegue no primeiro tempo, para se integrar melhor.

#PACI20 devo40/27
“Quem ama a sinceridade de coração e se expressa com elegância será amigo do rei” Pv 22:11. Literalmente, ‘Sendo amoroso da pureza da mente (e da) boa disposição em seus lábios, seu amigo, o rei’: a) “Quem ama”, o tempo verbal indica uma ação permanente; b) “a sinceridade de coração”, a pureza ou limpeza da mente (o coração, hb. lev, é sede dos pensamentos nas línguas semíticas); c) “e se expressa com elegância”, lábios derivam da palavra ‘limites’ e é possível ligar essa expressão ao ‘Sendo amoroso’; d) “será amigo do rei”, a construção indica que o ‘rei’, tão importante naquelas culturas, quer ser amigo dessa pessoa. Esse texto liga a mente às atitudes, particularmente às palavras. Ninguém quer ser amigo de alguém com boas intenções, mas péssimas atitudes. Você é coerente ou vive se justificando e dizendo ‘não tive a intenção’, ‘não foi o que eu quis dizer’, ‘foi sem querer’.

Ore sobre isso:
a) confesse a Deus se você deseja fazer algo bom, mas termina fazendo o mal aos seus amigos da lista ‘A’; b) peça a Deus controle sobre sua boca, para que suas palavras sejam sinceras e verdadeiras; c) suplique o Fruto do Espírito, para que ele controle o seu interior e lhe dê equilíbrio.

Comente:
O autor menciona o rei querendo ser amigo de quem é coerente entre o que sente e o que diz (ou o que faz). Naquelas culturas o rei estava no topo da hierarquia social, qualquer um queria tê-lo como amigo e certamente ele era muito bajulado. Comente com os outros pacificadores quem representaria o ‘rei’ para os adolescentes e jovens de hoje e porquê? Use o link ‘comentários’.

Adiantamos os devocionais

Pacificadooooores!

Adiantamos os devocionais dos próximos quatro dias para o caso de vocês ficarem longe da internet durante os feriados. Copie os devocionais para o seu telefone e reserve tempo para ler, meditar e orar. Se puder, comente.

Também começamos o countdown final de 20 dias. Feliz Natal.

AMME evangelizar
Agência Missionária

#PACI20 devocional 26

Faça esse devocional na quinta-feira, dia 26.
Agora o #PACI vem antes do Natal! Faltam 17 dias para o #PACI20.

#PACI20 devo40/26
“A boa reputação vale mais que grandes riquezas; desfrutar de boa estima vale mais que prata e ouro” Pv 22:1. Literalmente, ‘Ser experimentado nome, fora grandes riquezas; fora a prata e fora o ouro, a bondosa boa disposição’: a) “A boa reputação”, simplesmente ‘nome’, ou tem um nome ou não tem – a importância cultural do nome; b) “vale mais”, literalmente ‘ser escolhido’, da raiz ‘experimentar’; c) “que grandes riquezas”, a preposição indica que o nome é escolhido do conjunto em que está a grande riqueza; d) “desfrutar de boa estima”, o termo é graça, intensificado pelo adjetivo ‘boa’; e) “vale mais que prata e ouro”, prata, da raiz ‘desejar’, ouro, da raiz ‘cintilante’, valores materiais, visíveis, tangíveis. Esse texto nos faz lembrar que as coisas invisíveis são mais valiosas do que as visíveis (2Co 4:18). Você prefere ser bem lembrado e bem tratado, ou quer receber ‘sua parte’ em dinheiro?

Ore sobre isso:
a) confesse a Deus quando você preferiu as coisas visíveis às invisíveis; b) suplique para que você aprenda a preferir causar uma boa impressão e motivar a boa disposição nas pessoas de sua lista ‘A’, mais do que levar vantagem sobre elas; c) fazer boas amizades depende da espiritualidade, ore a Deus para ter um bom relacionamento com ele, antes de tentar fazer amigos nesse mundo.

Comente:
Muitas vezes adolescentes e jovens urbanos são chamados de geração-eco, por causa de seu discurso pela ecologia, justiça social, igualdade, relacionamentos e paz mundial. Mas, quando têm que escolher entre essas coisas e um iPhone ou um tênis Nike, qual é a decisão? Comente um pouco sobre os ativistas de shopping center e como é isso no meio cristão. Use o link ‘comentários’.