#PACI20 devocional 39

#PACI20 devo40/39
“Assim como o ferro afia o ferro, o homem afia o seu companheiro” Pv 27:17. Literalmente, ‘Ferro no ferro vai afiar, e uma pessoa vai afiar a face do seu parceiro’: a) “Assim como o ferro afia o ferro”, a interpretação parece colocar a ênfase no processo, enquanto o original aponta para o resultado; b) “o homem afia”, a preposição acrescenta outro resultado; c) ‘afiar a face’, a NVI omite face interpretando como personalidade, mas pode significar ‘presença’, portanto, relacionamento, e ainda comportamento; d) “o seu companheiro”, parceiro, com ênfase no andar e fazer junto. A ideia é que assim como um ferro (faca, machado, espada) cumpre melhor sua função quando afiado, também o relacionamento (cara a cara) melhora o ‘funcionamento’ do parceiro em sua missão de vida. Seus amigos da lista ‘A’ ficam melhores conforme se relacionam com você? Você melhora em sua missão enquanto se relaciona com eles?

Ore sobre isso:
a) peça a Deus que seu relacionamento com as pessoas da lista ‘A’ melhore o ‘funcionamento’ delas; b) suplique ao Senhor que lhe dê sabedoria e oportunidade de se relacionar com pessoas que melhorem você; c) o texto fala de afiar como um resultado que incide diretamente sobre a missão do objeto, da mesma forma, uma pessoa só pode ser ‘afiada’ se conhece sua missão – ore ao Senhor para que seus relacionamentos tenham como base a sua missão delegada por Deus.

Comente:
Embora as gerações mais antigas reclamem bastante dos relacionamentos virtuais (o irônico é que virtual significa real), a Internet veio para ficar e sua capacidade de conectar pessoas só vai aumentar. Nesse caso, como podemos afiar a cara de um parceiro quando nos relacionamos através da Internet? Que podemos fazer para usar os recursos digitais de modo mais honesto, sincero, transparente e próximo? Use o link ‘comentários’.

4 comentários em “#PACI20 devocional 39”

  1. Acho que uma forma de usar a internet para afiar o próximo é investir mais em conversa privadas, muitas vezes só rolamos o feed, sabemos onde as pessoas estão, o que fazem, mas não procuramos saber como ela realmente está.

  2. Concordo com a Vanessa.
    Temos os meus de vídeo chamada e ligações em muito fácil acesso hoje em dia.
    Se priorizarmos momentos no nosso dia a dia corrido uma comunicação eficaz com o próximo através da rede, com certeza seremos edificados e edificaremos a outro.

  3. A ideia de um bom relacionamento interpessoal baseado na ética cristã visa a agregação de valores que tragam cada vez mais seu círculo social para a salvação. Mostrar as mudanças que Cristo traz em mim, acrescentar e afiar as pessoas com os benefícios do Senhor é algo que devemos ter por dever, algo que ocorre diariamente.

  4. Realmente nossa sociedade atual é marcada por uma era tecnológica, que gerou uma gigantesca mudanças nos relacionamentos, e é a causa de muitos problemas dentro dos relacionamentos, como a falta de discernimento de quem são os amigos reais e quem são somente os seus seguidores no Instagram. Mas vejo também que uma das consequências de tanta tecnologia, é a aproximação de pessoas distantes e a facilidade no modo de se comunicar com as pessoas, então vejo que usar as redes sociais, para conversar, aconselhar e incentivar os nossos amigos quando, por exemplo, estivermos um pouco mais afastados por causa dos nossos afazeres, é algo extremamente útil para fortalecer nossos relacionamentos e, desse modo, nós continuaremos mesmo que a distância sendo um só em Cristo, como diz em Romanos 12:5.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *