#PACI20 devocional 26

Faça esse devocional na quinta-feira, dia 26.
Agora o #PACI vem antes do Natal! Faltam 17 dias para o #PACI20.

#PACI20 devo40/26
“A boa reputação vale mais que grandes riquezas; desfrutar de boa estima vale mais que prata e ouro” Pv 22:1. Literalmente, ‘Ser experimentado nome, fora grandes riquezas; fora a prata e fora o ouro, a bondosa boa disposição’: a) “A boa reputação”, simplesmente ‘nome’, ou tem um nome ou não tem – a importância cultural do nome; b) “vale mais”, literalmente ‘ser escolhido’, da raiz ‘experimentar’; c) “que grandes riquezas”, a preposição indica que o nome é escolhido do conjunto em que está a grande riqueza; d) “desfrutar de boa estima”, o termo é graça, intensificado pelo adjetivo ‘boa’; e) “vale mais que prata e ouro”, prata, da raiz ‘desejar’, ouro, da raiz ‘cintilante’, valores materiais, visíveis, tangíveis. Esse texto nos faz lembrar que as coisas invisíveis são mais valiosas do que as visíveis (2Co 4:18). Você prefere ser bem lembrado e bem tratado, ou quer receber ‘sua parte’ em dinheiro?

Ore sobre isso:
a) confesse a Deus quando você preferiu as coisas visíveis às invisíveis; b) suplique para que você aprenda a preferir causar uma boa impressão e motivar a boa disposição nas pessoas de sua lista ‘A’, mais do que levar vantagem sobre elas; c) fazer boas amizades depende da espiritualidade, ore a Deus para ter um bom relacionamento com ele, antes de tentar fazer amigos nesse mundo.

Comente:
Muitas vezes adolescentes e jovens urbanos são chamados de geração-eco, por causa de seu discurso pela ecologia, justiça social, igualdade, relacionamentos e paz mundial. Mas, quando têm que escolher entre essas coisas e um iPhone ou um tênis Nike, qual é a decisão? Comente um pouco sobre os ativistas de shopping center e como é isso no meio cristão. Use o link ‘comentários’.

3 comentários em “#PACI20 devocional 26”

  1. O material atualmente é valorizado e percebemos isso no Instagram ou em qualquer rede social onde há “resenhas”, “propagandas” em toda a parte de diversas pessoas, é visível que a ostentação está valendo muito mais, o quanto cada um tem é hipervalorizado. Além disso as pessoas estão sendo “solidárias” para mostrar aos outros trabalho, ou uma caridade forçada. Falam e vivem a comentar sobre a igualdade, mas vivem a desigualdade.
    No meio cristão é possível ressaltar aqueles que fazem discursos antropocêntricos e “humanitários” para atrair jovens, que distorcem e desconsideram a bíblia para agradar o mundo. As visualizações e os likes tem sido mais importantes que Cristo.

  2. Uma coisa que venho tentado trabalhar árduamente desde minha conversão é o meu testemunho, sei que ele é muito importante, as pessoas devem reconhecer Cristo em mim, ter o interesse por essa maravilhosa mudança

  3. Novamente é possível observar através do estudo de provérbios que a nossa sociedade materialista influencia fortemente a vida dos jovens e adolescentes, principalmente dentro dos seus relacionamentos, que muitas vezes são deixados de lado e trocados pela busca excessiva do consumo. Atualmente as amizades, os ideais, o caráter são fortemente agredidos por causa dessa busca por bens materiais, mas como sabemos nossa prioridade não é esta, sabemos que se buscarmos a Deus em primeiro lugar, todas as demais coisas nos serão acrescentadas, Mateus 6:33. Por isso, cabe a nós priorizarmos Cristo e as pessoas que estão ao nosso redor, e sempre buscar levar o melhor de nós para as pessoas, para que a imagem que elas tenham de nós, seja uma imagem assim como Cristo nos deixou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *