#PACI20 devocional 16

#PACI20 devo40/16
“O violento recruta o seu próximo e o leva por um caminho ruim” Pv 16:29. Os versículos 27 a 30 podem ser conectados pois descrevem pessoas más: o homem inútil, o homem perverso, o homem violento, o que pisca os olhos. Literalmente o versículo 29 diz ‘Um homem violento abre espaço para seu próximo e o encaminha em jornada não boa’: a) “violento” ou ‘errado’; b) “seu próximo” alguém em qualquer tipo de relacionamento; c) “recruta”, literalmente ‘abre’ um espaço ou ‘dá lugar’; d) “caminho”, tendo como raiz a ideia de jornada, é figurativo de comportamento. Esse texto nos diz que pessoas violentas e maldosas podem ser muito envolventes e persuasivas. Elas até fazem os outros se sentirem confortáveis e seguros, mas os comportamentos que ensinam não são bons. Em sua lista ‘A’ de relacionamentos há alguém, que age com violência e maldade e ainda assim oferece conforto e motivação?

Ore sobre isso:
a) se você está em um relacionamento com alguém que pratica violência e maldade, mesmo que não seja com você, suplique ao Senhor que lhe liberte disso; b) examine-se e confesse a Deus se você se deixou encaminhar para comportamentos ruins, por omissão, concordância ou prática da violência e maldade; c) suplique a Deus por sabedoria para entender e rejeitar tipos de violência que são chamados de brincadeira, ‘zoação’, gozação e até de ‘amizade’.

Comente:
Os bullies (pessoas que praticam o bullying) nunca agem sozinhos, eles reúnem um pequeno grupo de seguidores que os imitam na intimidação de outras pessoas. Comente com os pacificadores o que você acha que leva uma pessoa a seguir uma pessoa violenta e tentar imitá-la. Use o link comentários.

5 comentários em “#PACI20 devocional 16”

  1. Às vezes pelo status ou pra se sentir parte do grupinho, você acaba seguindo a violência e imitando. Nessa fase de adolescência e juventude se vive muito isso, principalmente no ambiente escolar ou faculdade.

  2. A escola é muitas vezes um ambiente extremamente ostil, que acaba nos obrigando a andar em “bando”, fazer parte de um grupinho é extremamente importante nessa faze, e muitas vezes, com medo da rejeição, as pessoas acabam concordando e seguindo esse tipo de pessoa, acabam “zoando para não ser zoada”… Precisamos pedir a Deus para que escolha nossos amigos, para que nos faça influênciar e não ser influenciado

  3. A primeiro momento devemos analisar as ações do nosso círculo social a ponto de ter o entendimento de que as instituições sociais como a escola podem modificar o indivíduo de forma pecadora e errôneo, devemos nos manter santificados, longe da roda dos escarnecedores de forma a ser luz diante do ímpio e contagiar um caminho direto para o alvo que é Cristo

  4. Muitas vezes a pessoa se junta aos violentos para não ficar isolada ou se sentir sozinha. Geralmente quem pratica bullying é mais popular, por isso ficar perto dessas pessoas é uma maneira de ser reconhecido e chamar a atenção. Precisamos tomar cuidado com as más influências.

  5. A prática da violência está cada vez mais presente dentro do cotidiano dos jovens e adolescentes, principalmente dentro das escolas, porém está se perpetuando de formas cada vez mais sutis, seja através de brincadeiras, de apelidos e de humilhação, ou seja, o bullying. Creio que muitas pessoas seguem aqueles que praticam o bullying principalmente pela sensação de se sentir seguros, de que se os ajudarem a cometer as maldades eles não serão as próximas vítimas e assim acabam se sentindo parte de um grupo. Por isso, o mais importante é ficar atentos aos relacionamentos do nosso cotidiano para identificarmos aqueles que cometem as maldades e se afastar deles, pois como diz em 1 Tessalonicenses 5:22 nós temos que se afastar de toda aparência do mal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *