#PACI20 devocional 03

#PACI20 devo40/03
“Não siga pela vereda dos ímpios nem ande no caminho dos maus” Pv 4:14. Dentro do discurso do pai em exaltação à sabedoria, agora o ouvimos falar da jornada da vida. Dos versículos 10 ao 19 ele apresenta dois caminhos: de 10 a 13 o caminho da sabedoria, de 14 a 17 o caminho dos perversos; em 18 e 19 faz uma comparação entre os dois. Novamente o caminho da sabedoria está no relacionamento com o pai, já o caminho dos perversos está na amizade com gente errada. Seguir e andar, vereda e caminho, ímpios e maus, a sequência das duas frases parece indicar um aprofundamento da destruição. Esse pai trata de um perigo comum: enquanto procuram sua identidade, muitos adolescentes e jovens se afastam da família, procurando o oposto, fazendo amizade com gente maldosa e maligna. Veja sua lista ‘A’: você está seguindo e andando com quem deveria evitar?

Ore por isso:
a) suplique por sua família, para que ela leve você pelo caminho da sabedoria; b) agradeça por sua família espiritual que é ainda superior à família natural; c) suplique ao Senhor por clareza sobre quem é maldoso e ruim em sua lista ‘A’ e se afaste deles; d) suplique para ficar livre da atração que a vereda dos ímpios e o caminho dos maus exerce sobre adolescentes e jovens.

Comente:
Use o link ‘comentários’ para compartilhar com os outros pacificadores que pessoas exercem mais influência e são mais imitadas entre seus colegas. Avalie se essa influência é positiva ou negativa e diga por quê.

5 comentários em “#PACI20 devocional 03”

  1. A cada segundo de nossas vidas precisamos fazer escolhas. A base familiar na maioria dessas escolhas são importantes ser acompanhadas. O papel da liderança da igreja sobre os adolescentes é de extrema importância para trazer as verdades bíblicas sobre essas escolhas.
    Me lembro do quanto a influência de uma vizinha me fez parecida demais com ela. O quanto tinha muito dela em mim e pouco conhecimento da minha própria identidade, de quem eu era. E o mais todo é o tanto que eu me dedicava, me esforçava pra ser mais parecida com ela. Quando comecei a participar da EBD na minha igreja local, ainda adolescente quando as minhas vendas foram tiradas dos meus olhos, e percebi o quanto me faltou de uma base familiar para ensinar a verdadeira palavra e sobre o único caminho, fui ministração sobre o texto de Mateus 5:13-16. Luz do mundo e sal da terra. Como foi libertador ouvir essa passagem. Como foi libertador saber que eu não precisava assumir ou parecer com outra pessoa, porque o próprio Deus havia me deixado uma identidade, uma identidade que exige responsabilidade, o reinado dEle sobre mim.
    E por mais que as lutas diárias de comparação ou influências estejam sobre os meus dias, eu sei que eu fui chamada para influenciar e não ser influenciada. Que eu fui chamada pra anunciar, pra fazer a diferença. E todo o esforço que eu fazia antigamente para se parecer com a minha vizinha, hoje é revertido para que cada dia eu me pareça mais com Cristo.

  2. A adolescência é um dos períodos mais difíceis na vida de alguém, a fase que estou passando entre sair da escola e entrar em uma universidade exige um escolha e da espaço para que opiniões e conselhos venham de todos os lados e a todos os momentos, escolher entre qual deles ouvir, escolher qual caminho devo seguir é sem dúvidas uma das escolhas mais difíceis da minha vida, até que fui confrontada com a palavra que se encontra em salmos 37:4 Deleita-te também no Senhor, e te concederá os desejos do teu coração.5 Entrega o teu caminho ao Senhor; confia nele, e ele o fará.
    6 E ele fará sobressair a tua justiça como a luz, e o teu juízo como o meio-dia.7 Descansa no Senhor, e espera nele; não te indignes por causa daquele que prospera em seu caminho, por causa do homem que executa astutos intentos.
    E isso mudou tudo, aprendi a fechar meu ouvido para o mundo e ouvir apenas as ordens que vem do senhor, melhorei muito minha percepção entre os conselhos bons e os maus, e aprendi que as vezes até mesmo nossos familiares não estão focados na sabedoria que vem da palavra do senhor, oq nos mostra a importância do uma boa família espiritual.

  3. É grande a influência que jovens e adolescentes têm, seja onde estiverem, a prova disso além do convívio diário entre amigos e colegas, está nas redes sociais, onde pessoas adotam o estilo de vida de adolescentes influencers, estes influenciam milhões desde o que vestir a como agir em determinadas situações ,mas o ponto aqui não a quantidade de telespectadores e sim “A que são influenciados?”,infelizmente muitos tem influenciado pessoas a agirem de forma que não condizem com nossos valores cristãos, induzindo aos “maus” que vimos no 1 devocional
    Oremos para que em qualquer lugar que estejamos, seja no trabalho,na faculdade, ou na nossa casa, possamos testemunhar com as nossas vidas do amor de Deus e influenciar pessoas a seguir o caminho do Senhor.

  4. A fase dos jovens é uma fase extremamente complicada, com várias mudanças, várias transições, muitas perguntas e poucas respostas e torna-se algo comum o erro no percurso, o desvio do alvo que é Cristo. É necessário uma profunda íntimidade com o Senhor, uma amizade a ponto de desabafar, te ter um ombro para ser consolado, de ter as escrituras para ter entendimento de como lidar com situações, o Senhor nos guia em meio a comportamentos errados até no nosso círculo social mais próximo, nos mostrando o que fazer, como nos portar e como isso pode se tornar uma oportunidade para pregar evangelho para aqueles que estão mais próximos, e apresentar a verdade e trazer eles cada vez mais perto do verdadeiro caminho.

  5. Jovens e adolescentes muitas vezes passam pelo anceio de pertencer a algum grupo ou fazer novas amizades, e por isso são influenciados a fazer coisas que desagradam a Deus, demonstrando assim que necessitam de mais sabedoria para lidar com a situação. Por isso a importância desse conselho, de não seguir as veredas dos ímpios, e em outras versões diz não seguir o exemplo dos mais, de que se não estamos conseguindo influenciar mas estamos sendo influenciados por algum grupo de amigos nós devemos nos afastar, pois assim preservaremos a nossa santidade, ou seja, tomaremos uma atitude de uma pessoa realmente sábia. Porém, é muito difícil abandonar e se afastar de certos amigos, mesmo que eles nos levem para caminhos errados, o vínculo formado com algumas pessoas é muito grande, mas como Jesus diz nós temos que ser radicais em relação ao pecado, se um amigo nos faz pecar temos que evita-lo, por isso Jesus diz que se um olho ou uma mão nos faz pecar temos que lançá-los fora, pois é melhor ir para o céu sem eles do que tê-los e ir para o inferno, Mt 18:8-9.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *