14. Dos mistérios do Reino

A Palavra de Deus: Mateus 13:1-17
1 Naquele mesmo dia Jesus saiu de casa e assentou-se à beira-mar. 2 Reuniu-se ao seu redor uma multidão tão grande que, por isso, ele entrou num barco e assentou-se. Ao povo reunido na praia 3 Jesus falou muitas coisas por parábolas, dizendo: “O semeador saiu a semear. 4 Enquanto lançava a semente, parte dela caiu à beira do caminho, e as aves vieram e a comeram. 5 Parte dela caiu em terreno pedregoso, onde não havia muita terra; e logo brotou, porque a terra não era profunda. 6 Mas quando saiu o sol, as plantas se queimaram e secaram, porque não tinham raiz. 7 Outra parte caiu entre espinhos, que cresceram e sufocaram as plantas. 8 Outra ainda caiu em boa terra, deu boa colheita, a cem, sessenta e trinta por um. 9 Aquele que tem ouvidos para ouvir, ouça!”
10 Os discípulos aproximaram-se dele e perguntaram: “Por que falas ao povo por parábolas?”
11 Ele respondeu: “A vocês foi dado o conhecimento dos mistérios do Reino dos céus, mas a eles não12 A quem tem será dado, e este terá em grande quantidade. De quem não tem, até o que tem lhe será tirado. 13 Por essa razão eu lhes falo por parábolas: “‘Porque vendo, eles não veem e, ouvindo, não ouvem nem entendem’. 14 Neles se cumpre a profecia de Isaías: “‘Ainda que estejam sempre ouvindo, vocês nunca entenderão; ainda que estejam sempre vendo, jamais perceberão. 15 Pois o coração deste povo se tornou insensível; de má vontade ouviram com os seus ouvidos, e fecharam os seus olhos. Se assim não fosse, poderiam ver com os olhos, ouvir com os ouvidos, entender com o coração e converter-se, e eu os curaria’.
16 Mas, felizes são os olhos de vocês, porque veem; e os ouvidos de vocês, porque ouvem. 17 Pois eu lhes digo a verdade: Muitos profetas e justos desejaram ver o que vocês estão vendo, mas não viram, e ouvir o que vocês estão ouvindo, mas não ouviram.

3 comentários em “14. Dos mistérios do Reino”

  1. É interessante que Jesus sabia o problema das pessoas, sabia que elas tinham a falta do conhecimento dos mistérios do reino e por causa disso não viam e nem ouviam, por isso ele pregou através das parábolas, e muitas vezes falta isso em nós, buscar diferentes formas e métodos efetivos de pregar e ensinar a palavra de Deus. Normalmente quando vimos uma dificuldade para pregar nós já desistimos, mas que sejamos iguais a Cristo e busquemos as formas mais efetivas de pregar o evangelho e trazer frutos para a glória de Deus.

  2. Neles se cumpre a profecia de Isaías: “‘Ainda que estejam sempre ouvindo, vocês nunca entenderão; ainda que estejam sempre vendo, jamais perceberão. 15 Pois o coração deste povo se tornou insensível; de má vontade ouviram com os seus ouvidos, e fecharam os seus olhos. Se assim não fosse, poderiam ver com os olhos, ouvir com os ouvidos, entender com o coração e converter-se, e eu os curaria’.
    Sei que Jesus falava do contexto de sua época, mas lendo essa parte do versículo é tão a realidade de hoje. Claro, que Jesus estava presente e o povo via o que Ele realizava o que ele falava sobre o reino dos céus e toda a autoridade que ele tinha ao falar, mas a fé para crer que Ele era o Messias esperado, vejo do mesmo modo a fé que precisamos ter que acredita firmemente em toda a verdade que a Bíblia é. Dos mistérios do Reino.

  3. Jesus fala mais uma parábola a multidão que simplesmente não compreendia o que estava sendo falado, somente os discípulos que tinham o conhecimento do que estava sendo falado entendiam.

    Nessa parábola temos que nos encontrar em meio a essas ocasiões, temos que ver se somos sementes que foram queimadas pelo sol, comidas pelas aves, se somos sem raiz, se fomos cortadas pelos espinhos ou se florecemos como sementes que caíram em terra boa.
    Nosso coração é a terra e a semente a palavra de Deus, então que a palavra possa florecemos como sementes que caiu em boa terra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *